Este profissional do fitness mudou sua alimentação com excelentes resultados!

Por James Cuilty (extraído do site de http://www.forksoverknives.com)

Em 2013, eu tinha 40 e poucos anos e possuía um negócio de fitness de alta intensidade com minha esposa. Como profissionais de fitness, ambos sempre fomos muito disciplinados e seguíamos todas as diretrizes padrão que são ensinadas na indústria de fitness. Incluíamos algum tipo de proteína animal magra em cada refeição, comíamos de cinco a seis pequenas refeições por dia a cada duas ou três horas, supostamente para evitar que nosso metabolismo diminuísse.

Foi neste momento, no entanto, que comecei a perceber minha gordura corporal subindo. Mesmo fazendo todas as coisas “certas”, eu não estava tão magro como antes. Minha energia estava muito baixa, eu estava ficando doente frequentemente,  e meu desempenho no treino estava declinando. E para piorar, eu estava aconselhando meus clientes sobre nutrição adequada, mas como um profissional de fitness, eu mesmo não estava obtendo resultados seguindo meu próprio conselho.

Uma tarde, minha esposa e eu assistimos ao documentário “Forks Over Knives” (disponível na Netflix com legendas em português), e ficamos totalmente surpresos. Para mim, a informação parecia louca porque contradizia muito do que eu aprendi sobre nutrição, desempenho e saúde ideal.

Featured_photo_James_Cuilty2 (2)

 

Um mês se passou e eu finalmente cheguei ao meu limite, pois não me sentia bem e não estava atingindo o meu melho nível. Conversei com minha esposa sobre o que vimos no filme. “Devemos a nós mesmos e aos nossos clientes, descobrir se esta informação é correta ou apenas mais um golpe.” Então, tomamos a decisão de testar os princípios de nutrição baseada em vegetais do Programa Forks Over Knives. (www.forksoverknives.com – em inglês)

Eu gostaria de poder dizer que mergulhamos de cabeça, mas a verdade é que eu ainda estava um pouco cético. Como profissional de fitness, eu fui ensinado que a proteína animal é a única maneira de construir músculos, e se você cortá-la, seu corpo vai corroer seu músculo e você vai se tornar pequeno e fraco. Essa era uma grande preocupação porque eu estava exposto aos meus clientes todos os dias, e se eu começasse a parecer fraco [perdendo massa muscular], nosso negócio seria prejudicado.

Fizemos a transição lentamente nos meses seguintes, primeiro cortando frango e peru e depois todos os produtos lácteos, incluindo Whey Protein. Em seguida, cortamos os peixes e finalmente os ovos. Eu tinha parado de comer carne anos antes, então esse não era o problema. A primeira coisa que notei durante esse período de transição foi que eu já não tinha vontade de comer proteína animal e na verdade comecei a não gostar nem do cheiro de carne cozida, o que nunca tinha acontecido antes. Algumas mudanças surpreendentes:  a pele mais saudável, mais jovem e não sentir fome o tempo todo. Mudamos de comer a cada duas ou três horas para um simples café da manhã, almoço e jantar, o que foi ótimo porque não precisávamos comer o dia todo.

A preparação das refeições era muito mais simples e menos demorada do que a nossa rotina anterior. E o mais importante: não precisávamos ser aqueles treinadores estranhos que carregam a “marmitinha” por todo o lugar. Pela primeira vez desde 1998, quando comecei minha jornada fitness, senti verdadeira liberdade.

A maioria das pessoas acha que uma dieta baseada em vegetais significa que você está preso comendo alface e brócolis pelo resto da vida, mas é justamente o contrário: começamos a comer mais e temos uma enorme variedade de refeições saborosas para escolher.

Desde que mudei para um estilo de vida baseado em vegetais, passei de 16%  a 8% de gordura corporal, aumentei quase 4 kg de massa muscular magra e minha energia melhorou 100 vezes – tudo isso aos 46 anos de idade. Meu desempenho na academia progrediu muito, e agora corro com os jovens de 20 e 30 anos que comem carne. Minha esposa inicialmente diminuiu três manequins em dois meses e ainda foi capaz de manter essa perda de peso mesmo depois de dar à luz dois bebês de 4 kg.

Nossos resultados mudaram a nossa vida, mas ainda mais incríveis são os resultados que vimos em nossos clientes. Começamos um simples desafio de sete dias para apresentá-los a este estilo de alimentação, e a perda de peso média foi de três a cinco quilos em apenas sete dias. Alguns clientes chegaram a perder entre 5 e 7 quilos. Todos ficaram surpresos com o  aumento imediato de energia, a praticidade e o sabor das refeições, a diminuição de suas doenças e a perda de peso. Desde aquela época, incorporamos princípios de nutrição baseada em vegetais e de alimentos integrais em todos os nossos programas para ajudar nossos clientes a se sentirem e a se saírem melhor.

Seguir esse estilo de vida [alimentos integrais + vegetais]  é uma virada de jogo e não seria possível sem o trabalho árduo e a dedicação de todos em Forks Over Knives. Esta comunidade nos forneceu tudo o que é necessário para mudar radicalmente nossa saúde e corpo.

Muito obrigado, Forks Over Knives!

https://www.forksoverknives.com/fitness-pro-couldnt-believe-the-difference-a-whole-food-plant-based-diet-made/#gs.ZppvlCU

Autor: Seu Prato Saudável

Um blog sobre alimentação, equilibrio e bem viver! Aqui você vai encontrar nossa experiência pessoal com receitas, lugares onde comer de forma saudável, novidades e guias de alimentação escritos por especialistas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s